Normalmente consumido cru, em saladas e antepastos, o rabanete também pode ser marinado em vinagrete ou então cozido, junto a sopas, por exemplo.

Já suas folhas (que lembram, em sabor, as folhas de mostarda) podem ser aproveitadas no preparo de refogados e cremes ou ainda no recheio de omeletes e tortas salgadas.

Do ponto de vista nutricional, é um alimento rico em vitamina C, fibras e minerais como cálcio, potássio e fósforo e ainda tem a vantagem de ser pouco calórico. Para ter uma ideia, cada 100 gramas dessa raiz tuberosa contêm cerca de 23 calorias apenas, o que a torna bastante indicada para quem está de dieta.

Além de ter a capacidade de limpar os dentes e ajudar a desenvolver os músculos mastigadores das crianças, o rabanete - que é crocante e tem sabor levemente picante - facilita a digestão e é considerado um bom expectorante.